terça-feira, 26 de maio de 2015

BETEL - Construindo Bezerros de Ouro - 31/05/2015 - Comentários da Lição 9 (em construção)

Introdução

Importante explicar quem era Arão e o Contexto Histórico

Quem foi Aarão ou Arão?


Genealogia - Em Ex 6.20 e 1Cr 6.3 era filho de Anrão e irmão de Moisés e de Miriam, era também pai de Nadabe, Abiú, Eleazar e Itamar.

Nascimento - Em Ex. 7.7 era três anos mais velho do que Moisés, certamente que tinha nascido antes do Faraó decidir matar todas as crianças recém-nascidas de sexo masculino.

Encontro com Moisés - Em Ex 4.28 vemos que, quando Moisés voltou ao Egito, contou a Arão toda a sua experiência e como Deus o enviara para libertar o seu povo, Arão acompanhou a Moisés, quando foram ter com o Faraó em Ex. 7.10 quando Arão transformou a sua vara em serpente, também foi Arão que, com a sua vara transformou as águas do Nilo em sangue - Ex. 7.20.

BETEL - Construindo Bezerros de Ouro - 31/05/2015 Conteúdo da Lição 9


Texto Áureo
“E naqueles dias fizeram o bezerro, e ofereceram sacrifícios ao ídolo, e se alegraram nas obras das suas mãos.” At 7.41

Verdade Aplicada 

A penalidade para aquele que trai a confiança do Senhor é a dura realidade de ter que avançar sem a Sua presença e a Sua proteção.

Objetivos da Lição

1) Analisar os motivos que levaram Israel a pecar e por que Arão confeccionou o bezerro de ouro;
2) Explicar porque Moisés quebrou as tábuas da Lei e a maneira como se arriscou e intercedeu para que Deus perdoasse ao povo;
3) Entender o que significa um bezerro de ouro em nossas vidas.

Textos de Referência -Êxodo 32.1-4
1 Mas, vendo o povo que Moisés tardava em descer do monte, acercou-se de Arão, e disse-lhe: Levanta-te, faze-nos deuses, que vão adiante de nós; porque quanto a este Moisés, o homem que nos tirou da terra do Egito, não sabemos o que lhe sucedeu.
2 E Arão lhes disse: Arrancai os pendentes de ouro que estão nas orelhas de vossas mulheres, e de vossos filhos, e de vossas filhas e trazei-mos.
3 Então, todo o povo arrancou os pendentes de ouro que estavam nas suas orelhas, e os trouxeram a Arão,
4 E ele os tomou das suas mãos, e trabalhou com um buril, e fez dele um bezerro de fundição. Então, disseram: Este é teu deus, ó Israel, que te tirou da terra do Egito

Introdução
O pedido dos israelitas não significava necessariamente que esses indivíduos estivessem rejeitando ao Senhor, eles queriam Deus, mas um Deus de acordo com o que suas mentes imaginavam (Êx 32.1).

domingo, 16 de fevereiro de 2014

O ORGULHO DE NABUCODONOSOR

A sentença sobre Nabucodonosor cumpriu-se imediatamente. Ele foi expulso do meio dos homens e passou a comer capim com os bois. Seu corpo molhou-se com o orvalho do céu, até que os seus cabelos e pelos cresceram como as penas da águia, e as suas unhas como a garras da aves. Dn. 4:33

O que você obtém quando combina um temperamento esquentado, um ego inflado, falta de consciência e poder sem limites? Um antigo rei da Babilônia. 

Nabucodonosor chegou ao poder pouco depois de derrotar os egípcios em uma das mais importantes batalhas da história antiga, e governou o império da Babilônia por mais de quatro décadas, de 605 a 562 a. C. Ele reinou como soberano absoluto de um vasto reino que dominava o antigo Oriente Médio. Analisando aquele longo reinado, Daniel disse o seguinte acerca do monarca: "Homens de todas as nações, povos e línguas tremiam diante dele e o temiam. A quem o rei queria matar, matava; a quem queria poupar, poupava; a quem queria promover, promovia; e a quem queria humilhar, humilhava" (Dn 5:19).

Deus usou Nabucodonosor para disciplinar o povo rebelde de Judá por meio de uma série de invasões devastadoras, culminando com a destruição de Jerusalém e a demolição do templo em 586 a. C. Tropas babilônicas mataram milhares de hebreus e levaram incontáveis milhares de outros para o cativeiro.

sábado, 9 de fevereiro de 2013

Sete razões favoráveis a ordenação de mulheres pastoras



Hermes C. Fernandes

Aproveitando o mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, resolvi escrever um artigo sobre o tão polêmico tema. Respeitando os discordantes, quero expor aqui as razões pelas quais defendo a ordenação feminina, tanto ao presbiterato, quanto ao diaconato.

1 – Em Cristo acabam as distinções étnicas, sociais e sexistas
“Nisto não há judeu nem grego; não há servo nem livre; não há macho nem fêmea; porque todos vós sois um em Cristo Jesus.” Gálatas 3:28
Se Deus pode incluir judeus e gentios no ministério, por que não incluiria tanto homens quanto mulheres? Se vamos manter a distinção entre sexos, deveríamos também manter a distinção entre dias, meses, anos, entre judeus e gentios, entre animais limpos e impuros, etc.

quinta-feira, 3 de janeiro de 2013